COOKIES:

Os Cookies ajudam-nos a proporcionar-lhe a melhor experiência possível ao visitar esta página.
Para saber mais, leia a nossa política de cookies . Compreendo, fechar esta mensagem.

Não Vire Costas à Dor de Costas é uma iniciativa europeia cujo objetivo é chamar a atenção para a dor inflamatória  na coluna e, consequentemente, diminuir o tempo até ao diagnóstico correto das patologias responsáveis.

Uma vez que a dor inflamatória na coluna pode ter um impacto significativo na vida das pessoas a nível físico, psicológico e social, podendo até, a longo prazo, conduzir a incapacidade, é importante incentivar as pessoas que sofrem deste problema a definirem um plano de tratamento adequado com o seu médico. 

Há várias formas de ajudar a chamar a atenção para esta iniciativa e ajudar as pessoas com dor na coluna. Ao salientar os atrasos atualmente verificados a nível de diagnóstico, esperamos conseguir reduzir o tempo que as pessoas aguardam por um diagnóstico e tratamento adequados das doenças responsáveis.

O PROBLEMA

Atualmente, cerca de 23% dos adultos sofrem de dor lombar que se prolonga durante pelo menos 3 meses, sendo por isso considerada crónica.1 Cerca de 3% dos adultos sofre de dor inflamatória na coluna.2 A dor inflamatória na coluna pode ser uma manifestação de algumas doenças autoimunes. Uma doença autoimune pode ocorrer quando o sistema imunitário do organismo ataca por engano, tecido orgânico saudável. Algumas das doenças autoimunes intimamente ligadas à dor na coluna são: a Espondilite Anquilosante (EA), a Espondilartrite Axial Sem Evidência Radiográfica de EA, a Artrite Psoriática e a Artrite Reativa.

As doenças que provocam dor inflamatória na coluna podem afetar gravemente a vida das pessoas. Atividades como trabalhar, praticar desporto ou até dormir tornam-se difíceis ou impossíveis. Com o passar do tempo, algumas patologias podem restringir os movimentos e, em casos graves, provocar a fusão dos ossos da coluna3.

Em certos casos, o correto diagnóstico de algumas doenças que provocam dor inflamatória na coluna, como a Espondilitite Anquilosante, pode demorar até 10 anos.4 É necessária uma ação urgente para diminuir o tempo até ao diagnóstico correto da patologia.

DOR NA COLUNA VERTEBRAL - QUESTIONÁRIO DE SINTOMAS

Muitas pessoas confundem dor inflamatória na coluna com dor mecânica na coluna, e muitas não se apercebem de que a dor pode dever-se a uma causa subjacente.

Concebemos um Questionário de Sintomas para pessoas que sofrem de a sua dor na coluna há mais de 3 meses. As 5 perguntas irão ajudar a avaliar a possibilidade de a sua dor na coluna ser de origem inflamatória, orientando a conversa com o seu médico quanto ao encaminhamento para um especialista.

OS NOSSOS OBJETIVOS

A iniciativa Não Vire Costas à Dor de Costas tem como objetivo:

  1. Sensibilizar para a dor inflamatória  na coluna vertebral
  2. Reduzir o tempo para conseguir um diagnóstico correto e gestão adequada, e ajudar a identificar precocemente a causa das dores na coluna vertebral

Viver com dor inflamatória na coluna pode afetar seriamente a vida das pessoas a nível físico, emocional e social. 

Não Vire Costas À Dor de Costas ajuda a identificar a causa da dor inflamatória na coluna mais precocemente.

As pessoas não devem continuar a "viver" com a dor na coluna.

As pessoas que sofrem de dor na coluna há mais de 3 meses devem completar o nosso breve Questionário de Sintomas, para avaliar a possibilidade de a dor ser de origem inflamatória e servir de base de conversa com o médico, para decidir se deverão ser encaminhadas para um especialista.

Com a sua ajuda, podemos alcançar os nossos objetivos. Vamos acelerar o processo e reduzir o número de anos que as pessoas esperam pelo diagnóstico correto e o tratamento adequado. 

PRINCIPAL CONTACTO

A iniciativa Não Vire Costas à Dor de Costas foi desenvolvida em colaboração com a associação de doentes, ANEA, em Portugal, e especialistas de toda a Europa. O seu conhecimento e orientação ajudaram a construir a iniciativa, para que as pessoas que sofrem de dores nas costas procurem aconselhamento e apoio.

A página abaixo referenciada é independente.

LogoANEA

ANEA

A Associação Nacional da Espondilite Anquilosante (ANEA) é constituída por pessoas que sofrem de EA, os seus familiares, médicos interessados nesta patologia, fisioterapeutas e outros quadros da Saúde.

A ANEA é uma associação de interajuda que colabora de modo empenhado com todos os profissionais ligados à saúde que investigam ou preparam trabalhos científicos sobre a EA.

Para saber mais sobre a ANEA, visite o website da associação.

PARTILHAR A PÁGINA
DOR NA COLUNA
QUESTIONÁRIO DE SINTOMAS

Existem vários tipos de dor na coluna. Para ajudar as pessoas a compreender a dor na coluna, desenvolvemos um Questionário de Sintomas interativo. O Questionário de Sintomas irá ajudar as pessoas a avaliar a possibilidade de que a dor na coluna seja de origem inflamatória, orientando a conversa com o médico quanto ao encaminhamento para um reumatologista.

REFERÊNCIAS

  1. Airaksinen O, et al. Chapter 4. European guidelines for the management of chronic nonspecific low back pain. Eur Spine J. 2006;15(Suppl. 2):S192–S300.
  2. Hamilton L, Macgregor A, Warmington V, et al. The prevalence of inflammatory back pain in a UK primary care population. Rheumatology (Oxford) 2014;53:161-4.
  3. Sieper J, et al. Ankylosing spondylitis: An overview. Ann Rheum Dis 2002;61(Suppl III):iii8–iii18.
  4. Rudwaleit M, et al. Referral strategies for early diagnosis of axial spondyloarthritis. Nat Rev Rheumatol. 2012;8:262–268.